Cozinha à Roda

Este projeto tem o objetivo de criar um espaço de partilha criativa entre artistas, a população local em situação de vida precária e de frágil situação social, e a comunidade de Arroios. Usando a cozinha como ferramenta e ponte para abrir diálogos e criar interação com vizinhos e pessoas de diversos contextos sociais, culturais e geracionais, este programa irá desenvolver-se durante 3 meses e o atelier estará aberto a qualquer indivíduo que queira trabalhar no objeto artístico: a cozinha cultural móvel, como uma forma de aprender técnicas criativas e partilhar o seu conhecimento. Propomos que as atividades desenvolvidas neste espaço sejam feitas através de conversas, partilha de histórias e actividades manuais colaborativas.

O nosso objetivo com esta residência é o levantamento e mapeamento de histórias sobre a relação entre as pessoas e a cidade, usando a cozinha como forma de percepção da cidade e de partilha de experiências interpessoais. Este levantamento irá servir como base para a criação de um argumento de um documentário produzido e realizado pelos participantes. Este documentário visa cartografar afectivamente a cidade a partir do bairro do Intendente e dar voz aqueles que muitas vezes não têm a oportunidade de verem as suas opiniões expressas e ouvidas e irá retratar Lisboa de um ponto de vista pessoal.

O mapeamento de vontades e a recolha de histórias orais irá também acontecer através de experiências culinárias e relacionadas com questões de acesso à alimentação. Esta prática irá também ajudar na partilha de diversos contextos sociais e culturais e será um ponto inclusivo de diferentes saberes e experiências.

Deste modo, a nossa construção coletiva será a criação de uma cozinha móvel. O nosso objetivo é que cada participante escolha um caminho a percorrer em Lisboa e desenvolva uma receita para ser degustada pela população local. Assim iremos ter a possibilidade de experienciar Lisboa através dos seus diferentes sabores e culturas. Iremos também dar início ao desenvolvimento de um livro de receitas pelos participantes e restante população, em articulação com a oficina de serigrafia móvel.